Governador e secretário de Justiça discutem projetos de ressocialização e renovação do sistema penitenciário

Share on facebook
Share on google
Share on twitter
Share on linkedin
A VPN is an essential component of IT security, whether you’re just starting a business or are already up and running. Most business interactions and transactions happen online and VPN

Objetivo é ressocializar os condenados por meio da educação e do trabalho, de forma que não voltem a cometer crimes.

O governador Rafael Fonteles se reuniu na manhã desta sexta-feira (17) com o secretário de Justiça do Piauí (Sejus/PI), Carlos Augusto, para discutir a renovação do sistema penitenciário piauiense e a ressocialização de condenados por meio da educação e do trabalho. O secretário de Planejamento (Seplan), Washington Bonfim, também participou da audiência.

Durante a reunião, o governador reforçou a necessidade de adequar a estrutura do sistema penitenciário piauiense de forma que possibilite a reintegração dos condenados à sociedade após o cumprimento de suas penas. “Precisamos dar as condições necessárias para que eles possam ser ressocializados por meio da educação e do trabalho para que possam ter empregos e não voltem a cometer crimes”, disse.

Divulgação

Outra missão da Sejus elencada pelo governador diz respeito à separação dos condenados oriundos de crimes patrimoniais dos que são derivados de crimes contra à vida. “O objetivo é dar o tratamento adequado e individualizado para cada nível de risco que tem dentro do sistema de justiça criminal”, pontuou.

Rafael Fonteles destacou que várias estratégias estão sendo desenvolvidas para atingir esses objetivos. “Estamos realizando melhorias de infraestrutura no sistema penitenciário, capacitando ainda mais os nossos servidores, desenvolvendo projetos para que possamos ressocializar essas pessoas. Esse é um dos passos para a redução dos índices de criminalidade”, explicou.

O secretário de Justiça do Piauí, Carlos Augusto, afirmou que já existem projetos de ressocialização em curso. “Temos cursos de marcenaria, de bloquete de cimento, de corte e costura, panificação, dentre outros. Vamos implementar esses projetos em todas as unidades para que possamos contribuir com a reintegração dessas pessoas à sociedade, aos seus familiares e ao mercado de trabalho”, finalizou.

Fonte: Ascom/ Pi.gov

 

Telsirio

Telsirio

Faça um comentário!

Receba nossas notícias em tempo real!

Não enviamos spam!