Guaribas avança na qualificação de alunos na área tecnológica e inteligência artificial

Share on facebook
Share on google
Share on twitter
Share on linkedin
A VPN is an essential component of IT security, whether you’re just starting a business or are already up and running. Most business interactions and transactions happen online and VPN

A oferta de cursos profissionalizantes na área é uma das principais metas do governo do Estado, que pretende atingir 5 mil estudantes da rede estadual.

Em Guaribas, município símbolo do combate à fome no país, alunos da rede estadual se preparam para o mercado de trabalho na área de tecnologia. No Centro Estadual de Tempo Integral (Ceti) Paulo Freire, 71 alunos participaram nessa quarta-feira (26) da aula inaugural do curso Técnico em Desenvolvimento de Sistemas, com ênfase em inteligência artificial.

O município foi destaque internacional da década de 2000, pela extrema pobreza e por ter sido piloto do programa Fome Zero do Governo Federal. A região de Guaribas passou por uma grande transformação em apenas duas décadas.

De acordo com o secretário da Educação, Washington Bandeira, a oferta de cursos profissionalizantes com foco na área de tecnologia é uma das principais metas do governador Rafael Fonteles. “O curso inaugura uma metodologia inovadora na rede pública do Piauí, tendo como meta atingir 5 mil estudantes. Essa é uma das grandes apostas do governo do Estado para transformar a vida dos jovens sem que eles precisem abandonar a sua região para isso. Por meio do programa Acelera Seduc, estamos avançando cada vez mais na preparação dos nossos estudantes para o mercado de trabalho”, enfatiza Bandeira.

O curso de Desenvolvimento de Sistemas, com ênfase em inteligência artificial, contempla nesta primeira etapa 37 escolas de tempo integral distribuídas em 28 municípios piauienses, alcançando mais de 1.600 alunos matriculados.

Divulgação

O superintendente de Educação Técnica e Profissional e Educação de Jovens e Adultos da Seduc, Paulo Henrique Pinheiro, detalha a execução do curso. “O curso técnico terá duração de três anos, com carga horária total de 1.200 horas, sendo 400 horas por ano. Após a conclusão da 1ª série, o estudante concludente terá a certificação em operador de computador, na 2ª série em programador de sistemas e na 3ª com a diplomação no curso técnico em desenvolvimento de sistemas”, destaca o superintendente.

Os estudantes do Centro Estadual de Tempo Integral (Ceti) Conselheiro Saraiva, localizado no município de Batalha, jurisdicionado à 2ª GRE, estão empolgados com o início do curso de Desenvolvimento de Sistemas, com ênfase em inteligência artificial, como relata a gestora escolar, Ilanna Fernanda. “Nossos alunos e pais estão muito empolgados com essa nova oferta de ensino, pois compreendem as grandes oportunidades que esse curso trará para os nossos jovens. Após a primeira aula, tivemos uma conversa com os alunos para verificar o que acharam e foi maravilhoso receber o feedback, todos amaram as novidades, a plataforma de ensino, enfim a metodologia do curso que traz a tecnologia direcionada à aprendizagem prática”, comenta Ilanna.

Os estudantes João Gabriel e Isabel Letícia fazem parte das primeiras turmas do curso técnico e comemoraram o início das aulas. “Tivemos a nossa primeira aula e foi muito boa. Aqui teremos a oportunidade de ampliar nossos conhecimentos no mundo tecnológico”, enfatizou João.

Já Isabel mostrou-se empolgada com o mercado de trabalho “Na nossa primeira aula o professor nos apresentou a proposta do curso o que nos deixou bastante empolgados diante das novas oportunidades no mercado de trabalho”, relatou a aluna.

Plataforma de estudos

A execução do curso está sendo feita pela SUETEPJA, através da Diretoria de Educação Técnica e Profissional e coordenação de Educação a Distância. As videoaulas estão sendo gravadas no Canal Educação pelos professores autores.

O curso acontece no formato concomitante e será ofertado na modalidade educação a distância (EAD), sendo 80% no ambiente virtual de aprendizagem (plataforma educacional) e 20% presencial, nas escolas da rede estadual de ensino que tiverem aderido à oferta.

Durante toda a semana os alunos têm acesso a Plataforma Moodle, para visualização de vídeoaulas, distribuídos em 10 horas/aulas e todo material didático do curso. São 2 horas presenciais na escola e 8 horas/aulas na plataforma, sendo que os estudantes podem acessar a plataforma no laboratório de informática da escola.

“Estão sendo realizadas capacitações para os professores mediadores de todos os municípios até agora atendidos pelo curso. Os professores mediadores têm carga horária de 20 horas na escola, onde atendem os alunos duas horas por semana na forma presencial para orientação de atividades e avaliações”, explica Adriana Moura, diretora da Unidade de Educação Técnica Profissional, da Superintendência de Educação Técnica e Profissional e Educação de Jovens e Adultos (SUETPEJA).

Acelera Seduc

O Governo do Estado inicia um passo importante na estratégia de gestão para o avanço contínuo da educação do Piauí com o programa Acelera Seduc, por meio da Secretaria de Estado da Educação. Neste programa uma das metas é a expansão do ensino profissional, técnico e tecnológico com o “Seduc Tec”.

O investimento do “Seduc Tec” consiste na formação técnica de nível médio com foco nas vocações dos territórios de desenvolvimento do Piauí. As áreas estão conectadas com as vocações produtivas do nosso Estado e com as profissões do futuro, que são a tecnologia da informação, as energias renováveis, turismo e agrotécnico.

Ensino profissional e técnico no Piauí

O estado do Piauí possui uma política estadual de educação que orienta as ações já em andamento e fortalece a educação profissional e tecnológica (EPT) na rede estadual.

Em 2022, por meio de uma intensa política pública, o estado chega com a oferta de ensino técnico profissionalizante em todo o território. Com a mediação tecnológica, a oferta de ensino técnico concomitante (o aluno cursa o ensino médio em um turno e o profissionalizante no contraturno) atende 7.005 alunos nos seis cursos: secretariado; administração; finanças; recursos humanos; serviços jurídicos; e informática. A expansão deste modelo em 2023 alcançou 4.433 alunos nos cursos de marketing e gerência em saúde.

A qualificação profissional dos estudantes para o mercado do trabalho já no ensino médio integrado na rede estadual de educação oferece 39 cursos técnicos na modalidade de ensino médio nas formas: integrado regular, alternância e tempo integral, totalizando 23.739 estudantes matriculados.

Fonte: Ascom/ Pi.gov

Telsirio

Telsirio

Faça um comentário!

Receba nossas notícias em tempo real!

Não enviamos spam!