Piauí tem o 3° maior rendimento médio do Nordeste, aponta IBGE

Share on facebook
Share on google
Share on twitter
Share on linkedin
A VPN is an essential component of IT security, whether you’re just starting a business or are already up and running. Most business interactions and transactions happen online and VPN

IBGE divulgou os valores dos rendimentos domiciliares per capita referente a 20222 nesta sexta-feira, 24.

Com uma renda per capita na ordem de R$ 1.110,00, o Piauí ficou com a 3ª posição com maior rendimento do Nordeste e a 18ª do Brasil. A informação é do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), que divulgou nesta sexta-feira (24) os valores dos rendimentos domiciliares per capita referente ao ano de 2022 para o Brasil e Unidades da Federação.

O índice foi calculado com base nas informações oriundas da Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios Contínua (PNAD Contínua).

Na região Nordeste, o Piauí foi superado apenas pelos estados do Rio Grande do Norte, com R$ 1.267,00 e de Sergipe, com R$ 1.187,00. O estado com o menor rendimento domiciliar per capita do país foi o Maranhão, com R$ 814,00.

De acordo com dados do IBGE, o rendimento domiciliar per capita foi calculado como a razão entre o total dos rendimentos domiciliares (em termos nominais) e o total dos moradores dos domicílios. Nesse cálculo, são considerados os rendimentos de trabalho e de outras fontes. Todos os moradores, e seus respectivos rendimentos, são considerados no cálculo, inclusive os moradores classificados como pensionistas, empregados domésticos e parentes dos empregados domésticos. Os valores foram obtidos a partir dos rendimentos brutos de trabalho e de outras fontes, efetivamente recebidos no mês de referência da coleta da PNAD Contínua.

O rendimento domiciliar per capita do estado representava cerca de 68% do rendimento domiciliar médio per capita do Brasil (R$ 1.625,00).

Fonte: Ascom/ Pi.gov

Telsirio

Telsirio

Faça um comentário!

Receba nossas notícias em tempo real!

Não enviamos spam!