Piauí tem o maior índice no país de UBS informatizadas e conectadas ao e-SUS

Share on facebook
Share on google
Share on twitter
Share on linkedin
A VPN is an essential component of IT security, whether you’re just starting a business or are already up and running. Most business interactions and transactions happen online and VPN

O Piauí virou referência para o Brasil em informatização da saúde na atenção primária. O estado alcançou a impressionante marca de ter 97% de suas Unidades Básicas de Saúde (UBS) informatizadas e conectadas a plataforma e-SUS. É o maior indíce do país. Das 1.116 UBS existentes nos 224 municípios, 1.086 dispõem de sistema de informação. Apenas 30 unidades de saúde ainda não estão na era digital. Os dados são do Ministério da Saúde.

A plataforma e-SUS Atenção Primária (e-SUS APS) é uma estratégia para reestruturar as informações da Atenção Primária em nível nacional.

Outro dado importante é que as 1.086 UBS informatizadas utilizam o Prontuário Eletrônico do Cidadão (PEC). O software armazena todas as informações clínicas e administrativas do paciente. O principal objetivo é informatizar o fluxo de atendimento do cidadão realizado pelos profissionais de saúde. O PEC é uma solução gratuita, desenvolvida e disponibilizada pelo Ministério da Saúde.

“A informatização da saúde é um caminho sem volta. Ela traz benefícios para toda a população, pois facilita a geração de informações que ajudam nos atendimentos dos pacientes. O Piauí é um exemplo disso quando se tem 97% de suas UBS conectadas ao e-SUS”, disse o secretário de saúde, Antonio Luiz.

Segundo o Ministério da Saúde, um dos grandes desafios na Atenção Básica é o cadastro dos cidadãos no sistema. O PEC veio para preencher esse vazio assistencial, já que conta com um módulo cidadão, totalmente integrado ao Cartão Nacional de Saúde, que permite fazer manutenção desses cadastros tanto para os cidadãos atendidos eventualmente na UBS como para cidadãos acompanhados pelos profissionais das equipes.

“Estamos vivendo uma reestruturação dos Sistemas de Informação em Saúde. A qualificação da gestão da informação é fundamental para ampliar a qualidade no atendimento à população”, afirma Leila Santos, superintendente de atenção aos municípios da Sesapi.

_Piauí Saúde Digital_

Com as UBS cada vez mais conectadas, a saúde digital ganha espaço, zerando filas de consultas e exames. Essa realidade é vivida hoje pela população de Piripiri e Lagoa de São Francisco, duas cidades atendidas pelo Programa Piauí Saúde Digital.

Em Piripiri, desde a implantação do programa no início do ano, já foram realizadas mais de 5 mil consultas, zerando a fila de espera em especialidades como ginecologia e neurologia, pediatria, dermatologia, psicologia, cardiologia e nutrição. No total, envolvendo consultas e exames, somente em Piripiri, o Programa Saúde Digital já realizou 14.460 atendimentos de janeiro à setembro.

O projeto está presente em 31 Unidades Básicas de Saúde, no Hospital Regional Chagas Rodrigues, no Centro de Especialidades, na Policlínica e no Batalhão da Polícia Militar de Piripiri. “É uma verdadeira revolução na saúde da região”, afirmou o secretário.

Em Lagoa do São Francisco, desde a implantação do programa em agosto, já foram realizados 186 atendimentos, entre consultas e exames.

Fonte: Ascom

Telsirio

Telsirio

Faça um comentário!

Receba nossas notícias em tempo real!

Não enviamos spam!