Rafael Fonteles defende integração no combate à mortalidade materna

Share on facebook
Share on google
Share on twitter
Share on linkedin
A VPN is an essential component of IT security, whether you’re just starting a business or are already up and running. Most business interactions and transactions happen online and VPN

Governo vai investir na capacitação de profissionais da saúde e na conscientização da população.

O governador Rafael Fonteles recebeu, nesta quinta-feira (4), no Palácio de Karnak, representantes do Congresso Internacional de Atenção Primária (Ciaps) e a coordenadora adjunta do Núcleo de Estudos, Pesquisa e Extensão em Educação Permanente para o SUS/UFPI, (Nuepes), professora Liz Cardoso Marinho Medeiros. Na pauta, a redução da mortalidade materna, um tema relevante para sociedade.

Rafael Fonteles afirmou, durante a reunião, que o Governo do Estado está trabalhando em parceria com diversas instituições para reduzir a mortalidade materno-infantil, que aumentou após a pandemia da Covid-19.

“Discutimos o tema da mortalidade materno-infantil durante reunião com representantes da Universidade Federal do Piauí, da Organização Pan-Americana de Saúde, dos municípios e de outras entidades”, disse o governador, enfatizando que o Governo do Estado vai investir na conscientização da população e na capacitação dos profissionais da saúde para garantir um pré-natal qualificado para as gestantes.

Divulgação

Rafael Fonteles destacou a integração dos governos federal, estadual e municipal, aliado a diversas instituições e organizações. “É preciso um esforço coordenado com municípios, profissionais de saúde para, todos juntos, buscarmos solução para esse tema tão sensível”.

A professora Liz Cardoso Marinho ressaltou que a motivação dessa reunião é a implementação de ações eficazes para que o Piauí seja referência nacional na redução da mortalidade materna.

Segundo a professora, a mortalidade materna no Brasil está com uma taxa alta e torna-se necessário investir em ações que tragam resultados concretos. “Aqui no Piauí, ter um governo que acolhe nossas propostas é um grande avanço. Vamos reduzir a mortalidade materna e o Piauí será referência em todo o Brasil”, garantiu a professora.

As causas e possíveis soluções para essa questão tão séria serão debatidas durante o VI Congresso Internacional de Atenção Primária à Saúde (CIAPS), que inicia nesta quinta-feira (4) e segue até sábado (6), no Cine Teatro da UFPI.

Fonte: Ascom/ Pi.gov

Telsirio

Telsirio

Faça um comentário!

Receba nossas notícias em tempo real!

Não enviamos spam!