Reunião discute medidas para combater a desertificação no Piauí

Share on facebook
Share on google
Share on twitter
Share on linkedin
A VPN is an essential component of IT security, whether you’re just starting a business or are already up and running. Most business interactions and transactions happen online and VPN

Parceria entre Fapepi, Afert Biofertilizantes e Semarh busca por soluções que possam frear o processo de desertificação no estado.

Em busca de desenvolvimento sustentável e alternativas para o fim da desertificação no Piauí. A Fundação de Amparo à Pesquisa do Piauí (Fapepi), une forças à Afert Biofertilizantes e à Secretaria do Meio Ambiente e Recursos Hídricos (Semarh-PI).

A desertificação é um problema cada vez mais presente no estado. O fenômeno é caracterizado pela degradação da terra, que se torna cada vez mais seca e infértil, tornando-se incapaz de suportar a vida vegetal e animal. A falta de chuvas, aliada ao uso inadequado do solo, como o desmatamento e o uso excessivo de agrotóxicos, contribuem para a intensificação do processo de degradação.

Diante desse cenário, ocorreu, na última terça-feira (9), uma reunião na sede da Fapepi para discutir soluções e possíveis medidas para combater a desertificação em regiões do Piauí. Na oportunidade esteve presente o presidente da instituição, João Xavier, representantes da empresa Afert Biofertilizantes e da Semarh-PI.

Presidente da Fapepi, João Xavier, representantes da Afert Biofertilizantes e Semarh-PI.

Para o presidente da Fapepi, João Xavier, a instituição é a porta de entrada das instituições de pesquisa e empresas de base tecnológica. “Estamos recebendo a empresa Afert que nos traz tecnologia de ponta e vai atuar na Arábia Saudita nessa questão da desertificação. Pensando nisso, convidamos os parceiros, secretarias e órgãos relacionados para uma reunião”, destacou o presidente.

João Victor, representante da Semarh-PI, destaca a importância da parceria entre as instituições para o Piauí. “Tenho a certeza que juntos vamos conseguir  desenvolver projetos na região de Bom Jesus e Gilbués, mostrar o resultado dessas áreas de desertificação e reutilizar para o plantio das culturas e cultivos daquela região”, afirmou João.

A parceria entre Fapepi, Semarh-PI e Afert Biofertilizantes objetiva melhorar a qualidade de vida dos piauienses, fomentar o crescimento econômico, contribuir para a geração de empregos e fortalecer a economia local. Durante a reunião, todos os envolvidos se comprometeram a trabalhar juntos na busca por soluções que possam frear o processo de desertificação e garantir um futuro mais próspero e sustentável para o Piauí.

Fonte: Ascom Pi.gov

Telsirio

Telsirio

Faça um comentário!

Receba nossas notícias em tempo real!

Não enviamos spam!