Seduc implementa novas rotas de transporte escolar

Share on facebook
Share on google
Share on twitter
Share on linkedin
A VPN is an essential component of IT security, whether you’re just starting a business or are already up and running. Most business interactions and transactions happen online and VPN

Esse trabalho ocorre devido ao aumento significativo das matrículas na rede estadual em 2023.

Comprometida em garantir o acesso do aluno da rede estadual de ensin à escola, a Secretaria de Estado da Educação (Seduc) está criando novas rotas de transporte escolar e ampliando a parceria com as prefeituras municipais por meio do Programa Estadual de Apoio ao Transporte Escolar (Proete).

Rodrigo Torres, superintendente de Gestão da Seduc, destaca que uma equipe na Unidade de Gestão e Inspeção Escolar (Ugie) está em permanente contato com as Gerências Regionais de Educação (GREs) para identificar as novas rotas que surgiram devido ao aumento significativo das matrículas em 2023.

Divulgação

“Estivemos reunidos com o nosso secretário da Educação, Washington Bandeira, discutindo algumas iniciativas para trabalhar junto às empresas contratadas. A ideia é que elas possam atender, de forma emergencial e rápida, as novas rotas que surgiram a partir do aumento no número de matrículas. Já temos 259.446 mil estudantes matriculados, 29.446 a mais que 2022, por isso tivemos que fazer um levantamento rápido, realizado de forma muito articulada com as gerências regionais, para identificar as novas rotas e garantir atendimento, que já está em curso”, relata o superintendente.

A Seduc também tem dialogado com as prefeituras que ainda não aderiram ao Programa Estadual de Apoio ao Transporte Escolar (Proete) para que possam fazer a adesão de forma rápida, atendendo as novas rotas que surgirem nos municípios cobertos pelo programa e, consequentemente, garantir o melhor serviço aos alunos.

Rodrigo Torres ressalta que algumas escolas ainda estão recebendo estudantes e é importante que os diretores estejam sempre comunicando aos gerentes regionais a necessidade da prestação do serviço com base nas novas matrículas. “À medida que novas rotas forem surgindo, as escolas podem continuar encaminhando os pedidos para gerências regionais e Seduc. Estamos repassando, de imediato, esses pedidos tanto para as prefeituras, que fazem parte do Proete, quanto para as empresas que são contratadas pela Seduc, para que os estudantes que necessitam do serviço sejam atendidos de forma muito célere e efetiva”, complementa o superintendente.

O gestor destaca também uma outra linha de trabalho realizada atualmente pela Seduc para o fortalecimento do serviço de transporte escolar, incluindo uma revisão do modelo de repasse de recursos para os municípios.

“Estamos fazendo estudos, a partir das referências nacionais e internacionais, com a Associação Piauiense de Municípios (APPM) e os próprios municípios. A ideia é apresentar um novo modelo para que os entes municipais tenham mais condições de ofertar o serviço de transporte, melhorando também para os alunos, a fim de que não haja descontinuidade do serviço em nenhuma hipótese”, finaliza o superintendente de Gestão da Seduc.

Fonte: Ascom/ Pi.gov

Telsirio

Telsirio

Faça um comentário!

Receba nossas notícias em tempo real!

Não enviamos spam!