Semec e Seduc assinam documento de cooperação para prédios coabitados pela EJA

Share on facebook
Share on google
Share on twitter
Share on linkedin
A VPN is an essential component of IT security, whether you’re just starting a business or are already up and running. Most business interactions and transactions happen online and VPN

Semec e Seduc assinam documento de cooperação para prédios coabitados pela EJA

Para beneficiar a Educação de Jovens e Adultos em todos os âmbitos, gestores da Secretaria Municipal de Educação (Semec) e da Secretaria de Estado da Educação (Seduc) estiveram reunidos com o objetivo de firmar um termo de cooperação para uso dos prédios com aulas de EJA no Ensino Fundamental e também no Ensino Médio.

Atualmente, nove escolas são compartilhadas pela Semec e Seduc para a Educação de Jovens e Adultos, além de outras escolas municipais cedidas para uso do estado no turno da noite. Mesmo com a parceria de mais de dez anos, nenhum documento oficial tinha sido protocolado até o momento.

Segundo a secretária executiva de Gestão da Semec, Edileusa Sampaio, o termo assinado pelos dois órgãos é importante para estabelecer responsabilidades e garantir o desenvolvimento do trabalho de todos. “Em toda parceria precisamos deixar claras as competências de cada um. Trabalhamos pela educação pública e compartilhamos alguns espaços físicos, sendo a manutenção de responsabilidade das duas secretarias”, pontua Edileusa.

Divulgação

A gerente da 20ª GRE/Seduc, Luísa Vieira, acredita que a parceria é de suma importância para manter a harmonia entre a comunidade escolar de ambas as redes, que é o maior objetivo. “Agradecemos o apoio e garantimos que a Semec pode contar com os gestores das escolas estaduais coabitadas em prédios municipais”, declara a gerente.

Para Marco Antônio, diretor da Escola Municipal Roberto Cerqueira Dantas, esse é um momento histórico na Educação de Jovens e Adultos. “O acordo de cooperação é um marco histórico, normatiza a relação e pontua exatamente onde começam e onde terminam as competências de cada um. Torcemos para que essa relação venha cada vez mais a se estreitar, sempre com cooperação mútua. Esse diálogo reflete no desempenho do aluno, na estrutura do prédio e consequentemente na melhoria da educação”, conclui o diretor.

Fonte: Ascom/ Semec

Telsirio

Telsirio

Faça um comentário!

Receba nossas notícias em tempo real!

Não enviamos spam!