Semec e Seduc alinham acordo de cooperação para implantação de escola indígena em Teresina

Share on facebook
Share on google
Share on twitter
Share on linkedin
A VPN is an essential component of IT security, whether you’re just starting a business or are already up and running. Most business interactions and transactions happen online and VPN

Através de um termo de cooperação entre as secretarias municipal de Educação (Semec) e estadual (Seduc), será criada uma escola indígena em Teresina para o atendimento educacional dos refugiados e migrantes estrangeiros.

Através de um termo de cooperação entre as secretarias municipal de Educação (Semec) e estadual (Seduc), será criada uma escola indígena em Teresina para o atendimento educacional dos refugiados e migrantes estrangeiros. A reunião para discutir o acordo entre as partes envolvidas com a definição das competências e responsabilidades foi realizada nesta quarta-feira (29), na sede da Semec, entre os dois órgãos.

O secretário Municipal de Educação, professor Nouga Cardoso, recebeu uma equipe técnica da Seduc para definir as estratégias imediatas que deverão ser tomadas para dar andamento a criação da unidade de ensino. No primeiro momento foram discutidas as implementações em todos os níveis da educação básica e nas modalidades de EJA e Profissional, a partir das suas especificidades, com currículo e organização escolar próprios.

“Não resta a menor dúvida que esta parceria resultará na criação de uma unidade de ensino capacitada para atender esta população. Isso demonstra o sentimento institucional que temos. Estamos muito gratificados por essa oportunidade de estarmos contribuindo com esse processo educacional. Estaremos institucionalmente mais envolvidos de corpo, alma e coração com essa proposta”, disse o secretário municipal de Educação, professor Nouga Cardoso.

Divulgação

Desenvolver juntamente com a comunidade escolar mecanismos de acompanhamento e monitoramento da escola com foco na melhoria dos processos de gestão e no fortalecimento da aprendizagem de todos os estudantes é uma das diretrizes dessa cooperação.

A primeira escola indígena de Teresina será através de um regime de colaboração e atenderá as etnias warão e guajajara, num total de 188 alunos. Contudo, a escola estará aberta aos não indígenas que desejarem estudar na unidade de ensino que fica localizada na zona Sul de Teresina.

“A escola, localizada no bairro Três Andares, irá passar por uma reforma. A proposta é que esse espaço reflita a cultura da comunidade indígena. No momento estamos alinhando com a Secretaria Municipal de Educação detalhes do acordo de cooperação”, falou Tatiana Gonçalves, Coordenadora do Núcleo de Educação Escolar Indígena e Quilombola da Seduc.

Fonte: Ascom/ Semec

Telsirio

Telsirio

Faça um comentário!

Receba nossas notícias em tempo real!

Não enviamos spam!